Apresentação da nova marina de Almada

FÓRUM DO MAR E ARCO RIBEIRINHO SUL APRESENTAM NOVA MARINA DE ALMADA

Principais Factos:
– capital privado
– Valorização ambiental e urbanística de  património do estado desaproveitado.
– 500 postos de amarração

Em comunicado de imprensa,  O Fórum Empresarial da Economia do Mar e o Arco Ribeirinho Sul apresentaram o projecto para a nova Marina de Almada, localizada nos antigos estaleiros da LISNAVE, o investimento será feito em regime de concessão e integralmente suportado por capitais privados.

O projecto foi “pensado para captar turismo de elevada qualidade e com 500 pontos de amarração. A marina funcionará como o projecto âncora da nova Cidade da Água integrada no projecto do Arco Ribeirinho Sul e prevista no Plano de Urbanização de Almada Nascente”, de acordo com os intervenientes, a apresentação “despertou grande entusiasmo junto de potenciais investidores devido às condições excepcionais que o local apresenta para a náutica de recreio”. A apresentação aos investidores serviu, acima de tudo, para ouvir sugestões sobre a forma como o projecto deverá ser desenvolvido e perceber as vantagens comparativas com outras Marinas da Região.

O presidente do Arco Ribeirinho Sul SA, Eng. Fonseca Ferreira, explicou ainda a visão para aquele território:

-…“Queremos valorizar estes terrenos que estão numa situação privilegiadíssima, mas sem utilização coerente e degradados do ponto de vista ambiental e urbano”…,

-…“transformá-lo na porta de entrada do Sul de Portugal e num prolongamento natural de Lisboa, criando uma verdadeira Cidade de Duas Margens com dimensão europeia. O projecto do Arco Ribeirinho Sul é absolutamente decisivo para esta transformação que estamos a liderar. Termos uma marina como projecto motor desta transformação é importante do ponto de vista da economia e do ponto de vista simbólico. Não só acrescentamos valor ao projecto global e damos resposta a uma procura crescente por este tipo de produto, como permitimos o regresso das embarcações à Lisnave, um espaço que tem fortes tradições navais…”

Vista Aérea Lisnave

No futuro haverá mais reuniões deste género solicitando contributos para ajudar a moldar o projecto final da Marina de Almada.

Fontes :
Associação dos Portos de Portugal
www.construir.pt
Revista da Marinha
Esta entrada foi publicada em Geral, Notícias com as etiquetas . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s