O mar foi, é, e sempre será de quem nele navega

Estratégia Nacional para o Mar

“Portugal está empenhado na promoção de formas inovadoras de aproveitamento sustentável dos recursos dos mares e oceanos, contribuindo para o desenvolvimento da economia do Mar e das indústrias marítimas, apostando nas ciências e tecnologias do mar, criando emprego, fomentando o ensino, a educação e o desporto associados ao mar, resolvendo conflitos de uso e potenciando sinergias através da implementação de um planeamento e ordenamento espacial das actividades. Em simultâneo, é necessário garantir que o valioso património natural e cultural subaquático do nosso mar é devidamente salvaguardado e protegido.

Os mares e oceanos representam um meio de comunicação e transporte essencial num mundo cada vez mais globalizado, uma fonte de alimentos e fármacos, de energia e de recursos geológicos e genéticos. Para além da utilização associada, directa e indirectamente, a estas actividades, o Mar e as zonas costeiras têm um papel essencial no bem-estar e qualidade de vida das sociedades, quer através das actividades de desporto e de lazer, quer através dos serviços fundamentais que prestam, como sejam a regulação do clima, a retenção de dióxido de carbono e a produção de oxigénio, a reciclagem e armazenamento de poluentes.

No entanto, os oceanos enfrentam sérios problemas associados, entre outros factores, à poluição, à sobre-exploração de recursos, à destruição de habitats, à degradação ambiental, ao desaparecimento da biodiversidade e à introdução de espécies exóticas. Por isso, torna-se central definir e articular políticas que contribuam para os objectivos de desenvolvimento sustentável do nosso país através de uma Estratégia Nacional para Assuntos do Mar.”

Fonte: EMAM

Video do Discurso do Presidente da República na Sessão de Abertura da Conferência “Portugal e o Mar, a nossa aposta no Século XXI”
Cascais, 21 de Outubro de 2010

Fonte: Presidência da Republica Portuguesa (http://www.presidencia.pt/)

Por: Dmestre79

O acordar para um mar de desígnios, de um país que quer diminuir as importações e aumentar as exportações de bens e serviços.
Com certeza, não se trata do mesmo país que, no passado mais recente e presente, opta por :

1) Extinguir a frota de navios tanque da SACOR MARÌTIMA, passando a mesma a contratar/fretar o serviço de cabotagem e viagens internacionais a armadores estrangeiros,
2) Contratar o serviço de transporte de pessoas e viaturas entre as Ilhas dos Açores a armadores estrangeiros,
3) Permitir que seja uma empresa estrangeira a assegurar a ligação regular marítima entre o continente e a Ilha da Madeira, no que diz respeito ao transporte de pessoas e veículos,
4) Seguir igual política e estratégia, no que diz respeito aos serviços de dragagem dos portos nacionais, aos serviços de abastecimento de combustível (por batelão) a navios em escala nos portos nacionais…

… ou será que sim ?

Há mais de 500 anos que Portugal se expande e promove descobertas para que outros tirem o proveito económico social da exploração das mesmas. Do ponto de vista poético (essa grande virtude lusa), pode ser nobre comparar e acreditar que a imensa plataforma continental e seus recursos, serão os novos « África, Oriente e Brasil ». Do ponto de vista económico, conhecidos os resultados históricos para Portugal, a adopção da mesma estratégia, levará a que, mais uma vez, sejam eternamente outras nações a retirar os dividendos de mais uma “epopeia lusa”.

Esta entrada foi publicada em Geral, Vídeo. ligação permanente.

Uma resposta a O mar foi, é, e sempre será de quem nele navega

  1. Conquilha diz:

    Assim é que é falar!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s