M/T “Sacor II/CSGB2”, da Sacor Marítima, grupo Petrogal, no processo “Face Oculta”

M/T Sacor II @ Jimmy the Sailor

Diversos meios de comunicação durante os últimos dias, publicaram diversos artigos sobre informações do arguido no processo “Face Oculta”, Namércio Cunha, diretor comercial da empresa “O2”, pertencente ao grupo de empresas do sucateiro Manuel Godinho.

Namércio Cunha, afirmou em tribunal que a “O2”, foi contatada pela Petrogal para se candidatar ao desmantelamento do navio tanque “Sacor II”, do armador Sacor Marítima, que ainda se encontra em fase final de construção em Peniche, nos Estaleiros Navais de Peniche, apesar de a respetiva construção iniciar-se há cerca de cinco anos, em diversos estaleiros nacionais, nomeadamente em Lisboa, doca de Alcântara, Setúbal, estaleiro da Lisnave e por último em Peniche.

Namércio Cunha, declarou-se “surpreendido” por a Petrogal ter convidado a empresa “O2”, para desmantelar um navio que ainda estava em construção. O advogado da Petrogal, Lopo Cancella de Abreu, afirmou: “ o navio “Sacor II”, era um barco que já tinha tido o seu percurso. Houve efetivamente concurso para desmantelamento, várias empresas concorreram e a Petrogal voltou atrás. Não houve interesse em vender o barco”, explicou.

 

Jornal de Noticias
Diario digital
Sol
Esta entrada foi publicada em Geral, Notícias com as etiquetas , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s