Navio “Azamara Quest” á deriva após incêndio

O Azamara Quest , que havia começado um cruzeiro de 17 dias pelo Sudeste Asiático, ficou deixado à deriva no sul das Filipinas depois de ter tido um incêndio na noite sexta-feira. O incêndio começou na casa da máquina mas foram rapidamente extintas, segundo o operador do navio. Cinco membros da tripulação ficaram feridos, sofrendo de inalação de fumo, incluindo um que ficou gravemente ferido e que precisou de cuidados hospitalares.

O porta-voz da Guarda Costeira Filipina, Tenente Argel Ricafrente comunicou que o navio informou a guarda costeira das Filipinas no sábado que havia recuperado a sua propulsão e que se estava a dirigir para Sandakan, Malásia, seu próximo destino depois de ter deixado Manila na quinta-feira,

Azamara Cruises Club, o operador do navio, disse em comunicado no domingo que o navio estava a navegar com uma velocidade máxima de apenas 6 nós e deverá chegar a Sandakan às 10 horas (1400 GMT).

“Infelizmente, o navio não foi capaz de restaurar a energia para os compressores de ar condicionado. Embora essa seja uma tarefa muito difícil, a tripulação está a trabalhar para resolver esse problema. O sentimento dos passageiros a bordo continua a ser calmo e optimista”, declarou também o operador do navio.

The Quest Azamara tem 590 passageiros e 411 tripulantes. O Operador de Cruzeiros Azamara Cruises Clube faz parte da Royal Caribbean Cruises Ltd.

Mais de um terço, 201, dos passageiros a bordo são americanos, e quase um terço, 119, da tripulação são filipinos, de acordo com as listas de passageiros e da tripulação fornecidos pelo Comandante do navio à guarda costeira.

Os passageiros são de 25 países e incluem 98 da Grã-Bretanha, 89 da Austrália, 45 do Canadá, 39 da Alemanha, 32 da Áustria, 16 da Bélgica, 14 da Nova Zelândia e 14 na Suíça.

Os outros membros da tripulação incluem 58 indianos e 50 indonésios.

O navio partiu de Hong Kong na segunda-feira fez uma escala em Manila e partiu com destino a Sandakan na quinta-feira. Estava ainda programado fazer várias escalas na Indonésia antes de chegar a Singapura em 12 de Abril, onde terminava o cruzeiro.

Mas em vez disso, o navio ficou à deriva sábado no mar de Sulu cerca de 70 milhas ao sul das Filipinas. A área situa-se entre as Filipinas e ilha de Bornéu, que é dividida entre a Malásia a Indonésia e o Sultanato do Burnei.

 

Esta entrada foi publicada em Notícias. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s